terça-feira, 26 de setembro de 2017

50 Anos - Clube Filatélico e Numismático de Uberlândia

Nossos cumprimento a coirmã pela passagem dos 50 anos de sua fundação, data a ser comemorada no próximo dia 5 de outubro. Parabéns a toda diretoria e associados que não medem esforços para divulgar e manter acesa a chama do colecionismo. Dentre as comemorações teremos o lançamento de selo personalizado.

domingo, 24 de setembro de 2017

Johan Cruyff - Moeda Comemorativa

Em 2017, o jogador de futebol Johan Cruyff teria atingido os 70 anos de idade. Para comemorar o evento The Royal Dutch Mint emitu uma moeda de prata de valor facial de 5 euros. O retrato de Cruyff está em 3D, na outra face da moeda aparece a efígie do Rei Willem-Alexander.

Metal: Prata 925 - Diâmetro: 33 mm - Peso:^15,5g - Tiragem 7,5 mil peçaqs

sábado, 23 de setembro de 2017

Série América - UPAEB - Lugares Turísticos - Brasil

Sobre os selos
Os cinco selos, no contexto da Série América-Upaep, destacam belos lugares turísticos, mostrando cinco paisagens representativas de cada região brasileira: Monte Roraima/RR (região norte), Maragogi/AL (região nordeste), Chapada dos Veadeiros/GO (região centro-oeste), Foz do Iguaçu/PR (região sul) e Armação dos Búzios/ RJ (região sudeste). Os selos retratam a beleza natural desses locais, reconhecidos, por suas peculiaridades e atrativos, como notáveis lugares turísticos do Brasil. A água, nosso maior recurso natural, é o elemento comum em todas as paisagens focalizadas. Foram usadas fotografias e a técnica de computação gráfica na composição da arte. fonte correios do brasil Edital nº 10

Detalhes Técnicos
Edital nº 10 Fotos: Ministério do Turismo Processo de Impressão: ofsete Folha: 20 selos (4 quintilhas) Papel: cuchê gomado Valor facial: R$2,00 Tiragem: 500.000 selos Área de desenho: 38mm x 38mm Dimensão do selo: 38mm x 38mm Picotagem: 11,5 x 11,5 Data de emissão: 27/09/2017 Locais de lançamento: Foz do Iguaçu/PR e São Paulo/SP Impressão: Casa da Moeda do Brasil
Texto descritivo do Edital
Série América-Upaep – Lugares Turísticos
Os Correios, em parceria com o Ministério do Turismo, destaca, nesta emissão da Série América-Upaep, cinco belos lugares turísticos dos estados de Roraima, Alagoas, Goiás, Rio de Janeiro e Paraná, representando cada uma das regiões brasileiras.

Monte Roraima/RR – Lendário, inatingível, misterioso, são alguns dos adjetivos que vêm à mente dos turistas ao conhecerem o Monte Roraima. Essa maravilha natural está entre as montanhas mais altas do País, com mais de 2.500 metros. Preservado por meio de um
Parque Nacional de mesmo nome, este atrativo fica situado no município de Pacaraima, extremo norte de Roraima, a cerca de 190 km da capital Boa Vista, e marca a fronteira tríplice entre Brasil, Venezuela e Guiana. A formação rochosa do Monte Roraima é uma das mais antigas do planeta, com idade estimada em mais de 2 bilhões de anos. Sua forma se parece com uma mesa, denominada pelos povos indígenas locais de tepuí. Com 2.875m de altitude e uma paisagem recortada por rios, cascatas e formações rochosas. Para acessar o parque é necessária a orientação de guias locais, para que seja possível percorrer com segurança suas trilhas, a principal delas, ao pé das montanhas, requer oito dias para ser coberta, com paradas no Rio Tek e no Lago Gladys. Mas o desafio vale a pena, e não apenas para turistas mais preparados fisicamente, pois o local já foi citado diversas vezes como o melhor lugar para se realizar trekking no País.

Maragogi/AL – No litoral norte de Alagoas está a cidade de Maragogi, a cerca de 124 km da capital Maceió. O turismo, que é a principal atividade local, fez com que a cidade se estruturasse sem perder suas características originais e suas tradições, como a pesca artesanal e a fabricação de bolinhos de goma feitos com manteiga e leite de coco. A
mescla dessas características com a beleza de suas praias fizeram de Maragogi um destino muito procurado da região e dono do segundo maior polo turístico do Estado. A cidade nasceu a partir de um povoado conhecido como Gamela, que passou a se chamar Isabel em 1887. Cinco anos depois recebeu o nome atual herdado do principal rio que atravessa a região. Maragogi fica bem no meio da Costa dos Corais, fascinante trecho do litoral nordestino entre Maceió e Recife. No município de Maragogi, destacam-se os espaços naturais repletos de coqueirais, como as praias de Barra Grande, Peroba, São Bento e Burgalhau. O mar calmo dessas praias, na cor azul-turquesa, é ideal para o mergulho contemplativo, especialmente nas piscinas naturais formadas pelos recifes. A praia mais movimentada da cidade é a Praia Central, que faz parte da Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais. Dali partem embarcações que vão até as Galés, formações de corais com aquários naturais que reúnem peixes, crustáceos, moluscos e corais de variadas espécies, ideais para observação com o uso de snorkel.

Chapada dos Veadeiros/GO – Declarado como Patrimônio Natural pela Unesco, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi criado em 1961, em Alto Paraíso de Goiás, e tem como objetivo maior proteger uma porção do Cerrado brasileiro. Localizado na área mais
alta do centro-oeste brasileiro, a Chapada dos Veadeiros é um espetacular destino ecoturístico formado por cidades e vilarejos bem diferentes uns dos outros, mas com uma coisa em comum: a natureza encantadora, emocionante e bela. Com quase 66 mil hectares de área, a Chapada dos Veadeiros é famosa por suas grandes cachoeiras, profundos cânions de águas cristalinas e uma imensidão de quartzo. Veadeiros é parte do maior planalto do centro do Brasil, o que faz com que sua formação rochosa, exposta às alterações climáticas e erosão constante por cerca de 1,8 bilhões anos, seja das mais antigas da superfície do planeta. É ponto de maior luminosidade visto da órbita da Terra, segundo pesquisa da NASA (a agência espacial americana), por causa de seus cristais de quartzo. Sendo a parte mais alta do centro-oeste, Veadeiros atinge o pico na Serra do Pouso Alto, bem próximo da área urbana de Alto Paraíso. Influência dessas características, de junho a agosto os dias são quentes e ensolarados e as noites frias. A Chapada tem como bioma o Cerrado, uma espécie de savana brasileira. Além dos belos cenários de cachoeira e uma flora que soma mais de 1.400 espécies identificadas, com árvores cascudas e de tronco retorcido para sobreviverem às queimadas e ao intenso calor, também é possível encontrar cerca de 340 espécies de aves e entre elas, cerca de 50 são classificadas como raras, endêmicas ou sob risco de extinção na área.

Foz do Iguaçu/PR – Foz do Iguaçu é um dos mais belos cartões-postais do País, graças ao turbilhão de águas que cria um espetáculo inigualável: 275 saltos que formam as Cataratas do Iguaçu. Localizado no extremo oeste do Estado do Paraná, o Parque Nacional do Iguaçu fica na divisa entre Brasil e Argentina e atrai visitantes de todo o mundo
principalmente os apaixonados por ecoturismo. Donas de uma vista exuberante, as Cataratas acumulam diversos títulos mundiais, foram selecionadas como uma das 7 maravilhas naturais do mundo, declaradas Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco e compõem a maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo. Esse rico ecossistema, que abriga espécies da fauna e da flora ameaçadas de extinção, como a onça-pintada e a araucária, encanta os turistas que buscam apreciar a mata exuberante e caminhar por passarelas que levam a poucos metros da maior das quedas d’água, a Garganta do Diabo, com 90 m de altura. Famosa pelas quedas d’água, Foz do Iguaçu também é um convite ao rafting, modalidade esportiva na qual se utilizam botes infláveis e equipamentos de segurança para descer corredeiras e quedas. Os percursos começam, geralmente, próximos às monumentais Cataratas. Outra atração de Foz é o Parque das Aves, que conta com uma área de 17 hectares de mata nativa e 800 espécies de aves (arara-azul, arara jubas, jacutinga e outras) a serem observadas pelos visitantes.

Armação dos Búzios/RJ – A 170 km do Rio de Janeiro está localizada Armação dos Búzios, nome oficial do município popularmente conhecido como Búzios, famoso balneário rodeado de mar verde e águas transparentes. Seu nome de batismo foi “ponta dos
búzios”, devido à presença de numerosas conchas de moluscos gastrópodes em suas praias, utilizadas como adorno, ou ainda como buzina por pescadores da região, que anunciavam a mercadoria fresca pelas ruas da península. Na década de 60, o lugar se transformou em refúgio de veraneio de cariocas, até que a atriz Brigitte Bardot passasse por lá. A partir desse momento, a pequena vila de pescadores nunca mais foi a mesma: ganhou prestígio internacional, se transformou em badalado destino turístico internacional e deu impulso definitivo àquele que seria considerado um dos balneários mais charmosos do mundo, que passa a ser frequentado especialmente por franceses e argentinos. O centro da cidade cresceu muito nos últimos tempos, mas o ponto alto é a tradicional Rua das Pedras. Há bares para todos os gostos e restaurantes sofisticados, lojas elegantes e até um cinema com o nome da famosa atriz francesa. O balneário conta com mais de 15 praias e entre as principais estão as Praias de Geribá (reduto dos surfistas), da Ferradura (boa para mergulho livre), da Armação, Azeda, João Fernandes, entre outras.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Aland - Mamíferos Florestais

Três espécies de mamíferos florestais prevalecem nas florestas de Aland e estão representados em selos que foram emitidos no último dia 15 de setembro. Aparecem a lebre da montanha (Lepus timidus), doninha (Mustela nivalis e o cão guaxinim (Nyctereutes procynoides). fonte lokalpost aland



quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Nova cédula de £ 100 - Gilbratar


A nova  cédula de 100 libras foi projetada e impressa pela De La Rue para comemorar o 100º aniversário de nascimento de Sir Joshua Hassan, primeiro ministro-chefe de Gilbratar. Esta nota de polímero é a primeira a ter um holograma (imagem da rainha mais jovem) no Safeguard®.



O design da nota é semelhante à cédula de papel existente, que teve o seu lançamento em 2011, vejas as imagens.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Nova cédula de 100 New Shekels - Israel

Com a cor predominante laranja e dimensões de  143 x 71 mm a nova cédula de 100 new shekels traz na sua face principal o retrato de Leah Goldberg (escritora e tradutora israelense) contra um fundo de flores de amendoeiras. Já na outra face é retratado um grupo de cervos - inspiração para o poema "O que faz". A cédula entrará em circulação em 2017.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Flores da Mata Atlântica - Brasil

Dia 22 de setembro marca o início da Primavera no Hemisfério Sul.  É a estação que antecede o verão e sucede o inverno, caracterizada pelo desabrochar das flores e pelo aquecimento da temperatura.

A data foi escolhida para o lançamento da Emissão Flores da Mata Atlântica, ecossistema rico que se estendia por 17 estados (do Rio Grande do Sul ao Piauí, atingindo territórios centrais, como Minas Gerais), mas hoje apenas 8% de remanescentes florestais acima de 100 hectares restam em todo o país.

Decretada como “Reserva da Biosfera”, pela Unesco, e “Patrimônio Nacional”, em 1988, o bioma de Mata atlântica oferece exemplares exuberantes de flora que podem ser aproveitados em paisagismos.  Desses, foram escolhidos quatro espécimes florais significativos para figurar nessa emissão: as flores dos ipês branco e rosa, a begônia e o antúrio.

A emissão é composta por dois modelos de selos. Os autoadesivos foram impressos em folha com 24 selos, valor facial do 1º Porte da Carta Comercial e tiragem de 960.000 unidades. Os gomados são diferenciados. Estão dispostos em 6 quadras, em folha com 24 selos, tiragem de 480.000 selos. Foram impressos com resina aromática, com odor de mata. O valor facial desses selos é de R$ 2,55. Os locais de lançamento estão previstos para o Rio de Janeiro e Curitiba.  texto Correios do Brasil

Texto descritivo do Edital
Flores da Mata Atlântica
A Mata Atlântica é uma das florestas mais ricas em biodiversidade de plantas no planeta. Os Correios destacam nesta emissão quatro espécies de flores deste bioma: o ipê-rosa, o ipê-branco, a begônia e o antúrio, duas delas são endêmicas do Brasil.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Nicolaus Copernicus - Moeda Comemorativa

A emissão do Banco da Polônia diz respeito a série "Grandes Economistas Poloneses". A moeda comemorativa retrata o polonês Nicolaus Copernicus (1473-1543) que é mais conhecido universalmente pelas suas teorias e reformulações físico/astronômicas. 
Moeda: Prata 925 - Diâmetro: 32 mm - Peso: 14,14 g 
Tiragem 15 mil peças - Emissão: 24 abril 2017
Responsável pela teoria do verdadeiro modelo do sistema solar que levou a mudança da percepção da Terra com relação ao universo. Além de astrônomo Copérnico também foi um clérigo, um matemático, um médico, um advogado, um economista e um tradutor. 

As conquistas científicas de Copérnico no campo da economia são significativas e têm um lugar de destaque entre os maiores pensadores econômicos  do mundo 

domingo, 17 de setembro de 2017

Papa Francisco - Visita a Colômbia

A emissão postal faz referência a visita apostólica do Papa Francisco à Colômbia, de 6 a 11 de setembro. Essa será a quinta viagem à América do Sul. Na imagem de lançamento do selo aparece o presidente Juan Manuel Santos com seus familiares.


sábado, 16 de setembro de 2017

Tucanos Tropicais - Guyana

O belíssimo  bloco filatélico formado por dois selos traz a espécie de tucano Keel-Billed Toucan que habitam as florestas da Guyana. Lançamento de julho de 2017